sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Uma Árvore Mágica - Um Carvalho

Iniciamos um projeto!
Será o primeiro do ano, por isso mesmo simples e de curta duração mas promete ser muito interessante.
Tudo começou com as histórias e o outono;  um menino com medo e uma árvore mágica!
Dito assim parece confuso mas não é!


Este menino estava farto de ter medo e resolveu consultar uma árvore mágica para lhe pedir um desejo "queria deixar de ter medo"... para chegar até à árvore teve que enfrentar situações  muito assustadoras.  A história é mesmo gira e esta árvore deixou todos muito entusiasmados! Tão entusiasmados que quiseram ter uma na sala!
A 1.ª questão que se colocou foi que árvore escolher.
Questão de curta duração, pois logo disseram  "aquela do teu livro professora"...


Trata-se de um carvalho, uma excelente escolha, uma árvore da floresta autoctone!
Foi necessário conhecer melhor esta árvore, as suas folhas, os frutos, que são as bolotas e... umas bolas esquisitas que ninguém sabia o que eram! A Helena disse que se chamavam bugalhos e nada mais!

Quando não sabemos algo procuramos informação, vamos à internet e pesquisamos no GOOGLE,  vamos assim aprendendo a usar as novas tecnologias (T.I.C).


- O que são bugalhos?
Descobrimos a resposta no site Kids Sapo, eis o que dizia:

"Há insectos, como as vespas, que põem os seus ovos nos ramos do carvalho. Ao mesmo tempo, dão fortes picadas na árvore. Esta, que não gosta nada de estar constantemente a ser picada, cria bolas onde os ovos se vão desenvolver. Os bugalhos. 
O bugalho é o ninho destes insectos. E é no seu interior que o "embriãozinho" passará por diversas etapas: larva, ninfa e insecto. E, já em adulto, faz um furo no bugalho e sai para o exterior."


Fomos investigar de isto seria mesmo verdade...
Lupas, bugalhos e muita curiosidade!


Primeiro procuramos descobrir se havia furos nos bugalhos que indicassem se o inseto já tinha saído do seu ninho.


Verificamos que alguns estavam mesmo furados!


Também nos apercebemos que os bugalhos verdes eram menos duros que os castanhos.


Seguidamente a Helena abriu alguns bugalhos e analisamos o seu interior...


Vimos que o interior dos bugalhos é fofo e macio, embora o exterior seja duro.


No sei interior encontra-se uma bolinha muito pequenina, ao abri-la, com muito cuidado, pudemos ver larvas de insetos e uma delas já era crescida e  até se mexia, parecia uma lagartinha branca.


 A surpresa maior foi ao abrir um dos bugalhos ver sair um bichinho!


Também encontramos um inseto quase totalmente formado, mas devemos te-lo magoado ao abrir o bugalho porque não se mexia!
Depois registamos tudo o que aprendemos (para ampliar basta clicar sobre as imagens).



Que grandes descobertas fizemos!

6 comentários:

Lúcia Curopos disse...

Muito bem !!! A ciência nas coisas mais banais e inesperadas.E assim se formam espíritos curiosos, observadores e interessados pelo que os rodeia.
Parabéns...

Maria da Luz Borges disse...

Um belo projeto! Muita coragem a vossa, por abrirem os bugalhos!
Ah...E nós também gostamos muito desta história!
Boa semana

Laura Rodrigues, Ed. disse...

Excelente livro...
Excelente atividade...
Crianças felizes!
Haverá profissão melhor? É na simplicidade que se forma o futuro e com a benção do profissionalismo, o simples torna-se excelência!
Parabéns!
Laura

piratinhasnoji.blogspot.com

Anónimo disse...

Bonito trabalho. Muito interessante para o conhecimento das crianças e dos respectivos pais, pois mostra assuntos para mim também desconhecidos.

Obrigada
A mãe do Tiago André











Elda Mendes Moreira disse...

Gostamos muito de ver este projeto, e ficamos curiosos com a história, e como todos os dias temos a "hora do conto" vai ser a próxima.
Continuem a trabalhar assim!
Parabéns
Os meninos e a Edu. da sala da C de S. João

M* disse...

Visitei o site hoje numa pesquisa sobre bugalhos e tenho a dizer que foi um prazer ver essa actividade realizada com as crianças e partilhada. Se tivesse feito isso na escola, enquanto criança, tinha adorado!
Muitos parabéns.